Nem sempre conseguimos lidar sozinhos com questões em diferentes contextos de nossa vida e por mais que tentemos resolver o problema, não achamos saída. Dessa forma, passamos a desenvolver sentimentos de ansiedade, tristeza, irritabilidade, entre outros.

Quando as questões advém do contexto da sexualidade, não é diferente. Muitas vezes não conseguimos entender porque estamos passando por um período de falta de desejo, por exemplo, ou porque está havendo dor na relação sexual. Tais dificuldades, além de diversas outras, acabam por prejudicar o indivíduo e seus relacionamentos, lhe trazendo um sofrimento com o qual ele não sabe lidar.

A terapia sexual, além de um processo de autoconhecimento, também é um processo de aprendizagem. O cliente, junto com o terapeuta, passa a compreender melhor a sua sexualidade e aprende a lidar com ela de uma maneira que lhe proporcione mais autonomia, sensações prazerosas e satisfação.

O processo de terapia sexual individual destina-se à pessoas com queixas relacionadas a sua própria sexualidade. As sessões tem duração de 50 minutos e geralmente são semanais, podendo ter a frequência espaçada ao longo do tratamento.